Associadas | Câncer de mama
- - -
Home > Notícias > FEMAMA coordena grupo de trabalho e discute pautas na 2ª Conferência Nacional de Saúde das Mulheres

 

FEMAMA coordena grupo de trabalho e discute pautas na 2ª Conferência Nacional de Saúde das Mulheres

 

Fonte: FEMAMA

Fonte: FEMAMA

23/08/2017

A FEMAMA esteve presente na 2ª Conferência Nacional de Saúde das Mulheres, que reuniu 1800 delegadas, debatendo e votando diversas pautas de interesse das mulheres, entre os dias 17 e 20 de agosto, em Brasília (DF). Carolina Abad, representante da FEMAMA no Conselho Nacional de Saúde (CNS), coordenou um grupo de trabalho do Eixo III - Vulnerabilidades na Vida e na Saúde das Mulheres.

Propostas como o cumprimento da Lei dos 60 Dias, da Lei da Reconstrução Mamária e da Lei da Mamografia acima dos 40 anos e o aperfeiçoamento do SISCAN foram debatidas e contempladas no relatório final do evento. Todas as propostas foram aprovadas com mais de 90% de votos. As discussões e as propostas aprovadas servirão de subsídio para traçar as diretrizes da Política Nacional de Atenção Integral à Saúde das Mulheres.

Além de Carolina, outras delegadas de ONGs associadas à FEMAMA estavam presentes: Ana Clébea Nogueira (Grupo Toque de Mama/RN e representante da FEMAMA e membro titular na Comissão Intersetorial de Saúde da Mulher), Aline Sousa (Associação Mulheres de Peito/SE), Cláudia Belém (Nossa Casa/CE, representante da FEMAMA na Comissão Intersetorial de Saúde Suplementar), Cida Palmeira (ACCGD/MS), Solange Gomes de Oliveira (ABRAPAC/RJ) e Maria Machado (AMUCC/SC).

A FEMAMA esteve em contato com a rede ONGs de associadas, orientando a como participar da Conferência e as etapas que a antecede: Distrital, Municipal/Microrregional e Estadual. A Federação, através de suas ONGs, sugeriu algumas propostas de pauta que foram contempladas no relatório da Conferência. 

A 2ª CNSMu
A Conferência Nacional de Saúde das Mulheres é um espaço de discussão sobre a saúde das mulheres no país e uma oportunidade de reafirmar direitos, assegurar avanços e apontar desafios para a consolidação da Política Nacional de Atenção Integral à Saúde da Mulher (PNAISM). A última conferência aconteceu em 1986 como parte da agenda de mobilizações temáticas da 8ª Conferência Nacional de Saúde. Após mais de 30 anos, o controle social do SUS está sendo retomando a discussão para se pensar os desafios atuais da PNAISM.

O objetivo principal da conferência é criar um espaço político de debate de ideias que contribua para o avanço do controle social no SUS, para a garantia da atenção integral à saúde das mulheres, sem qualquer forma de preconceito e discriminação. Como resultados esperados, estão: ampliar a representação dos sujeitos participantes e, estrategicamente, aprovar prioridades, dentre as diretrizes e ações, pela garantia de recursos constitucionais e das metas traçadas no Plano Nacional de Saúde e Plano Plurianual do período 2016-2019, de acordo com o Conselho Pleno da CNS.
 

VEJA O RELATÓRIO COMPLETO DO EVENTO


Compartilhe:

Notícias relacionadas