Associadas | Câncer de mama
- - -
Home > Notícias > FEMAMA convida governantes do Brasil a participar de reunião da ONU

 

FEMAMA convida governantes do Brasil a participar de reunião da ONU

 

Foto: FEMAMA

Foto: FEMAMA

06/10/2017

Em setembro de 2018, representantes de todos os países se reunirão em Nova York, durante a Reunião de Alto-Nível sobre Doenças Crônicas Não-Transmissíveis das Organizações das Nações Unidas (ONU). A FEMAMA, através de sua representante no Conselho Nacional de Saúde (CNS), Carolina Abad, entregou em mãos, ao Ministro da Saúde, Ricardo Barros, um ofício convidando o Brasil a participar do evento.

A carta, assinada pela presidente voluntária da FEMAMA, Dra. Maira Caleffi, e pelo CEO da União Internacional pelo Controle do Câncer (UICC), Dr. Cary Adams, diz que o comparecimento do Brasil será crítico para a elaboração de um documento final para apoiar o trabalho do Brasil em conter os problemas das DCNTs a nível nacional. A reunião de setembro do ano que vem tem por objetivo reduzir a mortalidade prematura de DCNTs em 25% até 2025.

As doenças crônicas não-transmissíveis (DCNTs) são responsáveis por cerca de 70% das mortes no mundo. Somente o câncer, uma dessas doenças, representa 8,8 milhões de mortes anualmente. Em 2012, o câncer foi responsável por 188.476 mortes no Brasil e a incidência de câncer continuou a crescer significativamente devido à crescente exposição ao tabaco, inatividade física, uso nocivo do álcool, dietas pouco saudáveis e infecções causadoras de câncer.

Paralelamente aos custos sociais, as DCNTs também são responsáveis por custos econômicos significativos. O Fórum Econômico Mundial estima que, entre 2010 e 2030, as DCNTs custarão à economia global mais de US$ 30 trilhões, e o custo estimado do câncer sozinho alcançará US$ 458 bilhões durante este mesmo período.

Entretanto, há uma grande quantidade de evidências que demonstram a economia do custo econômico do câncer quando se investe suficientemente em diagnóstico precoce e tratamento.


Compartilhe:

Notícias relacionadas