Associadas | Câncer de mama
- - -
Home > Notícias > FEMAMA avança ao participar da 14ª Conferência Nacional de Saúde

 

FEMAMA avança ao participar da 14ª Conferência Nacional de Saúde

 

Femama no Ato Pblico

Femama no Ato Público

05/12/2011

Pela primeira vez, duas representantes da FEMAMA – Federação Brasileira de Instituições Filantrópicas de Apoio à Saúde da Mama participaram da 14ª Conferência Nacional de Saúde por terem sido eleitas como delegadas nas Conferências Municipais e Estaduais de Saúde. De acordo com Liane de Araújo, do Instituto da Mama do Rio Grande do Sul, houve um grande avanço ao participarem do encontro, considerado o evento de participação democrática sobre a saúde mais importante no Brasil. A 14ª Conferência teve por objetivo discutir e estabelecer diretrizes para a política nacional de saúde e foi realizada em Brasília, Distrito Federal, no período de 30 de novembro a 4 de dezembro.

“Em um dia, conseguimos aprovar duas demandas que falavam dos exames para diagnóstico, sendo que fiquei muito feliz pois, numa delas tivemos uma votação de 92% a favor”, recorda. Por sua vez, Maria do Socorro Leão Santa Maria, da Rede Feminina de Combate ao Câncer de Alagoas, organizou uma Moção para garantir que o tempo entre o diagnóstico e o início do tratamento não ultrapasse 30 dias. Para tanto, as representantes da FEMAMA conseguiram coletar 420 assinaturas.

Já Ana Valéria Escolástico Mendonça, da Associação dos Amigos do CRIO organizou outra Moção com vários itens, como direito à reconstrução mamária pelo SUS (Lei 9797/99), atendimento de mastologista nos ESF, atendimento de oncologista clínico nas Policlínicas e a disponibilização de leitos clínicos para a Oncologia. Essas Moções foram consideradas como recomendações.

No primeiro dia da Conferência, as representantes da FEMAMA ainda participaram do Ato Público e Caminhada em favor da regulamentação da Emenda Constitucional 29. A caminhada, que reuniu centenas de pessoas, saiu da Catedral Metropolitana de Brasília em direção ao Congresso Nacional e foi apoiada pela Frente Parlamentar da Saúde (FPS). O principal objetivo da manifestação era o de mobilizar entidades de todo o país para pressionar o Senado a votar a regulamentação da Emenda Constitucional 29, principalmente, garantindo o repasse de 10% de recursos da União.

Vale lembrar que as principais políticas públicas de saúde em vigor foram fomentadas e construídas a partir de debates e discussões realizados nas últimas Conferências Nacionais de Saúde.

 
  • Dep. Federal Darcísio Perondi se uniu a mobilização.

 


Compartilhe:

Mais notícias