Associadas | Câncer de mama
- - -
Home > Notícias > RS sedia Fórum Intersetorial de Controle de Câncer de Mama

 

RS sedia Fórum Intersetorial de Controle de Câncer de Mama

 

01/05/2010
O I Fórum Intersetorial de Controle do Câncer de Mama do Estado do Rio Grande do Sul, um evento da American Cancer Society (ACS) em colaboração com a Federação Brasileira de Instituições Filantrópicas de Apoio à Saúde da Mama (FEMAMA), acontecerá nos dias 19 e 20 de maio no hotel Plaza São Rafael, em Porto Alegre.

O evento faz parte do programa da American Cancer Society (ACS) “Ação Pela Vida: Câncer de Mama” e já foi realizado no estado de São Paulo em fevereiro deste ano. O objetivo do Fórum é traçar um panorama da situação atual de planejamento e controle de câncer de mama no estado, parabenizar os compromissos assumidos em relação à causa e desenvolver recomendações para afinação de ações e objetivos entre os diversos atores envolvidos.

Entre os palestrantes estão o epidemiologista em câncer e Diretor de Rastreamento da ACS, Robert A. Smith, que falará sobre Benefícios e limitações do rastreamento de câncer de Mama. Já a presidente da Femama, Dra. Maira Caleffi, apresentará o modelo de estratégia de rastreamento utilizado pelo Núcleo Mama Porto Alegre. Além das palestras, o evento proporá grupos de trabalho para criação colaborativa do documento de recomendações no controle do câncer de mama. Além de profissionais da saúde, o Fórum contará com a participação de gestores e conselheiros de saúde, organizações e movimentos sociais.

A American Cancer Society é uma importante aliada na luta global contra o câncer, tem suas ações focadas em educação, prevenção, detecção precoce, tratamento do câncer e capacitação de voluntários em organizações de saúde. O Programa Ação Pela Vida: Câncer de Mama busca fortalecer o combate ao câncer de mama no Brasil, trabalhando com diversos parceiros.

A FEMAMA - Federação Brasileira de Instituições Filantrópicas de Apoio à Saúde da Mama é uma associação civil, sem fins econômicos, que busca reduzir os índices de mortalidade por câncer de mama no Brasil. Está presente na maioria dos estados brasileiros por meio de ONGs associadas, atuando na articulação de uma agenda nacional única para influenciar a formulação de políticas públicas de atenção à saúde da mama.

Compartilhe:

Mais notícias