Como pacientes oncológicos podem traçar metas de ano novo

18.12.2018

A virada de ano é sempre um momento de reflexão sobre o novo ciclo que se inicia. Para as pessoas que estão enfrentando o câncer essa é uma ótima oportunidade para traçar metas para o próximo período e, assim, organizar as prioridades, renovar as energias para passar pelo tratamento e planejar o futuro.

A definição de objetivos é uma boa maneira para focar suas ações, se sentir mais motivado e desenvolver novos hábitos. Isso pode, inclusive, auxiliar na recuperação de pacientes. Infelizmente, há pessoas que acabam se desmotivando ao longo do tratamento frente aos desafios, mas esse processo pode ajudar a desenvolver novas perspectivas.

Como estabelecer as metas

Ao estabelecer metas para o novo ano, é necessário levar em conta sua situação atual. É preciso conciliar aquilo que é da sua vontade com o que é possível ser feito, para evitar que o resultado seja frustação. Leve em conta seu estado físico e emocional na hora de definir as metas. Se tiver dúvidas sobre alguns cuidados e eventuais limitações que seu tratamento poderá demandar, mesmo que temporariamente, procure seu médico para entender bem esse ponto. É importante que você se sinta bem realizando o que tem vontade. Pode ser que algum desejo precise ser adaptado ou adiado um pouquinho para se tornar possível, mas nada impede que você sonhe alto e trace metas com um prazo maior.

Outra coisa que precisa ser levada em conta é a quantidade de metas e a importância de cada uma para você. O recomendado é que a lista não seja muito extensa para que você tenha a sensação de conseguir realizá-la ao longo do ano. Além disso, ter menos metas ajuda a dar clareza sobre o que é mais importante ser realizado e onde se quer chegar.

Também não tenha pressa para definir as suas metas, tome o tempo que precisar para decidi-las. Coloque as ideias no papel e avalie o que é mais importante para você.

 

Inspiração

Na hora de elencar as metas e objetivos para o próximo ano, ter em mente esses cinco eixos pode ser útil:

  • Você
  • Saúde
  • Família
  • Diversão
  • Amigos

Não é necessário ter uma meta para cada um, mas eles podem te ajudar a pensar em aspectos importantes na sua vida.

Outra dica é escolher uma meta que lhe ajude a passar pelo tratamento em um estado de espírito mais otimista, confiante e tolerável. Por exemplo, planejando uma viagem para depois que ele seja encerrado. Com isso, você vai ficar mais motivado e poderá usar seu tempo livre para planejar a viagem.

Outra possibilidade é colocar como objetivo aprender algo novo - e não tenha medo na hora de escolher o quê. Desenvolver novas habilidades e ampliar o conhecimento pode ser muito inspirador e ajuda-lo a construir perspectivas interessantes sobre o momento que está vivendo. Aprender um novo idioma, começar a dançar, se especializar em um assunto de seu interesse, desenvolver a espiritualidade podem ser boas formas de começar. Nem tudo precisa pesar no orçamento: existem aulas gratuitas na internet e atividades em centros culturais e associações voltadas para a comunidade.

Também é bom colocar como meta coisas que vão melhorar seu bem-estar, como ter uma dieta mais saudável, praticar exercícios, ou até mesmo se tornar um voluntário para ajudar outros pacientes de câncer se isso fizer sentido para você.

Outra estratégia para definir suas metas é escolher uma palavra para reger o seu ano, que irá permear os diferentes aspectos de sua vida. Por exemplo, se escolher “festejar”, ela irá te encorajar a festejar as pequenas vitórias do tratamento e do dia a dia, irá te incentivar a sair mais, ver seus amigos e família, etc.

Independentemente das metas que escolher, o importante é que essa seja uma vontade genuína e que tenha a ver com você. Nunca esqueça que o câncer não pode atrapalhar a sua vontade de viver e de fazer planos. Cuide das suas metas com carinho para vê-las concretizadas em breve.