2018 está chegando ao fim e, como sempre, esse é um momento para olhar para trás, relembrar conquistas, reavaliar os desafios e traçar novas metas para 2019. É também oportunidade para mostrar gratidão e reconhecer todos que, junto conosco, se envolveram no combate ao câncer de mama e na luta pela saúde no Brasil. Pensando nisso, a FEMAMA compartilha alguns marcos importantes de 2018. Clique nos links abaixo para conhecer cada momento que gostaríamos de relembrar.

> Campanha Dia Mundial do Câncer 2018 (04/02)

> FEMAMA contribui com projeto de lei que cria banco de próteses mamárias no SUS

> FEMAMA reúne denúncias de falta de acesso a tratamento para câncer de mama metastático no SUS

Lei que prevê reconstrução mamária imediatamente após mastectomia comemora cinco anos, mas número de procedimentos não sofre alteração (Pesquisa Reconstrução Mamária)

> Porto Alegre é escolhida Cidade-Desafio pela UICC

> Audiências Públicas 2 Anos

> Ciclo de Debates sobre Câncer de Mama para Parlamentares – Edição Minas Gerais

> Registro compulsório do câncer vira lei em todo território nacional

FEMAMA realiza encontro para falar sobre câncer hereditário de mama e ovário

FEMAMA associada quatro novas ONGs em 2018

> Projeto Navegadores pretende facilitar o acesso ao diagnóstico e tratamento do câncer de mama no SUS

> FEMAMA realiza webinar sobre imunoterapia na oncologia

> FEMAMA marca presença no Congresso Todos Juntos Contra o Câncer (TJCC)

> FEMAMA apresentar trabalhos no Congresso Mundial do Câncer

> Três ONGs são contempladas no Edital FEMAMA 2018

Apesar de sua incorporação ter sido aprovada no SUS, o pertuzumabe segue sem distribuição e inacessível para pacientes

 

> #Compartilhe Sua Luta: Outubro Rosa FEMAMA 2018

> MAMAtch!: Apoio no combate ao câncer de mama na palma da mão

> FEMAMA é reeleita como membro do CNS

> V Fórum de Combate ao Câncer da Mulher

> Trabalho em parceria

Além do importante trabalho em rede desenvolvido com nossas ONGs associadas e dos projetos em parcerias estabelecidos durante o ano, em 2018 a FEMAMA deu continuidade ao trabalho realizado junto às coalisões das quais participa, integrando ações globais para reduzir o impacto do câncer com a União Internacional de Controle do Câncer (UICC), buscando melhores condições de atendimento oncológico na América Latina através da União Latino-Americana Contra o Câncer da Mulher (ULACCAM), unindo forças com diversas instituições brasileiras no Movimento Todos Juntos contra o Câncer (TJCC) e integrando o trabalho do grupo intersetorial GoAll, destinado a trabalhar para que cada cidadão brasileiro tenha acesso aos avanços da oncologia contemporânea.

Em 2019 a FEMAMA vai continuar proporcionando o acesso à informação de qualidade, vai continuar exigindo o cumprimento dos direitos adquiridos e seguir na luta por mais conquistas. A instituição também vai apoiar e promover ações que chamarem atenção da sociedade e dos governantes. Vamos juntos fazer um ano incrível!

Ø  Apesar de sua incorporação ter sido aprovada no SUS, o pertuzumabe segue sem distribuição e inacessível para pacientes