27.11.2019

FEMAMA palestra em Londres sobre avanços em diagnóstico e tratamento de câncer no Brasil

A Dra. Maira Caleffi, presidente voluntária da FEMAMA, esteve, nesta terça-feira (26/11), em Londres, no Reino Unido, para palestrar sobre os progressos no enfrentamento do câncer no Brasil durante o evento “The Economist's War on Cancer Europe 2019”, organizado pela revista britânica The Economist. Durante o painel, Maira dividiu o palco com Gilberto Lopes, professor associado da Sylvester Comprehensive Cancer Center e editor-chefe da Journal of Global Oncology, Sociedade Americana de Oncologia Clínica (ASCO) e Beatrice Wiafe Addai, mastologista, presidente da Breast Care International e diretora executiva dos Hospitais da Paz e do Amor em Gana.

A presidente da FEMAMA debateu junto aos colegas a seguinte pergunta: onde estamos vendo os maiores avanços na melhoria do diagnóstico, tratamento e cuidados e atenção ao câncer em todo o mundo?

Como resposta, a Dra. Maira citou a recente conquista da aprovação da Lei dos 30 Dias, o acesso gratuito a tratamentos inovadores para câncer no sistema público de saúde, a lei ainda não regulamentada da notificação compulsória do câncer e o City Cancer Challenge, projeto piloto instalado em Porto Alegre como principais avanços.

O evento

Nos últimos dois anos, os eventos The Economist's War On Cancer examinaram os desafios relacionados à detecção, controle e tratamento eficazes do câncer. Neles, analisou-se como a incerteza e as mudanças políticas interferem na capacidade de implementar programas fortes, como recursos limitados e, em alguns casos, crise financeira, tornando os programas de controle do câncer um desafio a ser enfrentado e como as prioridades concorrentes nos cuidados com o câncer dificultam garantir que o capital político e financeiro sejam gastos com sabedoria e ofereçam o máximo benefício.  

Em 2019, o evento quer continuar fazendo grandes perguntas: Como financiamos melhores cuidados com o câncer? Como mobilizamos a vontade política para lidar com o controle do câncer? Como garantir que a vontade política seja combinada com uma boa definição de prioridades e uma boa política para garantir que os recursos sejam utilizados com o máximo efeito?

O objetivo da iniciativa é catalisar a ação global: reunir governos, prestadores de serviços de saúde, cientistas, técnicos e principais pensadores para discussões orientadas para a ação sobre preencher a lacuna no financiamento do câncer e reduzir as barreiras à qualidade do atendimento a todos.

  • Foto: Maira Caleffi/Reprodução