25.03.2019

Fisioterapia no tratamento de câncer de mama

Você está com as sessões de fisioterapia em dia? Em meio aos diversos tipos e etapas de tratamento do câncer de mama, ela surge como um auxílio para a recuperação físico-funcional das pacientes, podendo tratar e até mesmo prevenir complicações.

A fisioterapia assume objetivos diferentes a cada fase de tratamento, que se divide em pré-operatório e pós-operatório. Na primeira, é feita uma avaliação físico-funcional, que ajuda a pensar estratégias para a reabilitação da paciente e serve como elemento de apoio ao resto da equipe médica.

Já durante o pós-operatório, o objetivo é o retorno da movimentação ativa dos membros. O profissional fisioterapeuta também deve orientar a paciente a respeito de cuidados com os membros próximos dos locais de operação. Através de procedimentos como exercícios, alongamentos, terapia manual e relaxamentos, as sessões estimulam a circulação, a cicatrização, diminuem a dor, previnem complicações em tendões e músculos e ajudam a recuperar a postura adequada.

Além do mastologista e oncologista, a paciente com câncer tem direito, se tratada pelo SUS, ao acompanhamento de outros profissionais de saúde, como nutricionista, psicólogo, fisioterapeuta etc.

  • Fonte: FEMAMA