05.10.2016

O que é câncer de mama?

A doença, de maneira geral, surge a partir de células que sofreram alterações genéticas em seu DNA e começam a se proliferar de maneira acelerada e desordenada, formando um tumor. Quando o tumor é considerado maligno, o chamamos de câncer. Diferente das células sadias, que crescem, dão origem a novas e morrem, as células doentes não morrem e nem dão lugar a outras saudáveis, invadindo e prejudicando órgão e tecidos do corpo. O sistema imunológico tenta reagir e combater as células doentes, mas é ineficiente, dada a velocidade com que se multiplicam. O câncer de mama, portanto, se dá quando esse processo acontece na região mamária.

Cerca de 90% das alterações genéticas que causam o câncer de mama podem ocorrer espontaneamente ao longo da vida e/ou pela manutenção de hábitos que alimentam o risco de se ter a doença. Os outros 10% são provocados por fatores hereditários. O câncer de mama é um dos tipos mais frequentes de câncer no Brasil, sendo prevalecente em mulheres (99% dos casos), mas também aparecendo em homens (cerca de 1% dos casos). O tumor pode ocorrer nas diferentes estruturas que compõem a mama, são elas:

  • Lóbulos (estruturas produtoras de leite);
  • Ductos (pequenos canais que ligam os lóbulos ao mamilo);
  • Gordura;
  • Tecido conjuntivo (tecido que liga, nutre, protege e sustenta outros tecidos);
  • Vasos sanguíneos;
  • Vasos linfáticos.